Jovem achado graças a Facebook é enterrado em SP

Renan Fogaça Alípio, 22 anos, baleado na cabeça, foi encontrado após apelo na rede social
O corpo de metalúrgico encontrado morto na segunda (17) na grande São Paulo foi enterrado nesta quarta-feira (19) no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra. Renan Fogaça Alípio, 22 anos, baleado na cabeça por criminosos, foi encontrado apenas após familiares colocarem um apelo na rede social Facebook.

Veja mais
- Rapaz procurado no Facebook é encontrado morto


Irmã apelou para Facebook por 'descaso' da polícia

No sábado (15), o metalúrgico havia sido encontrado baleado no Morro do Macaco, que fica na divisa entre as cidades de São Paulo e Diadema. Ele estava sem documentos e, por isso, ficou como indigente em um hospital de Diadema.

O jovem havia desaparecido às 21h30 de sábado (15), após sair de casa, no bairro Pedreira (zona sul de São Paulo). A irmã, Karina, registrou ocorrência na madrugada de domingo.

Os bandidos fizeram três saques da conta da vítima que, pouco depois, foi baleada, ainda no sábado. O Ford Fiesta Hatch usado pelo metalúrgico foi encontrado perto de Diadema na segunda (17).

Após o registro da ocorrência, Karina colocou uma mensagem na rede social. Questionada sobre a postagem, ela respondeu que "o descaso da polícia me fez apelar para o Facebook."

A mensagem foi redirecionada por 90 mil pessoas e chegou a um funcionário do hospital onde Renan estava internado, que comunicou à polícia
Reações:

0 comentários: